Transplante Capilar FUE

Antes do aparecimento da técnica do transplante capilar FUE, todos os transplantes eram feitos “à moda antiga”. Ou seja, eram feitos com enxertos de 3 – 4 mm, cada um com até 25 cabelos. 

Lembra-se quando, antigamente, as pessoas recorriam ao transplante capilar apenas como último recurso, devido ao aspeto artificial? Aos cabelos tipo tufos – o chamado “cabelo de boneca”?

Pois é, antes do transplante capilar FUE, esse era o melhor resultado que podia esperar.

Mas desde a criação do transplante capilar FUE, nos anos 90, que têm existido vários avanços nas técnicas utilizadas e que permitem resultados cada vez mais naturais.

 

O que é o Transplante Capilar FUE?

O transplante capilar FUE pode ser descrito como a verdadeira arte do transplante de cabelo

FUE é a sigla inglesa para Follicular Unit Extraction e, à letra, significa “Extração de Unidade Folicular” em português. O FUE é uma técnica inovadora de transplante capilar – é minimamente invasiva e com um tempo de recuperação bastante curto.
 

O transplante capilar FUE é feito sem pontos, sem cicatrizes e o mais natural possível.


Tudo começa numa consulta de avaliação. Nesta primeira consulta, analisamos as causas de calvície e da queda de cabelo e realizam-se os exames pré-operatórios (análises ao sangue e um eletrocardiograma simples) de modo a se avaliar o estado geral da saúde do paciente. 

Porque as unidades foliculares são retiradas uma a uma, individualmente, em vez de enxertos do couro cabeludo, o transplante capilar FUE permite à zona doadora manter-se livre de cicatrizes visíveis. Naturalmente, o mesmo não acontece quando se utilizam enxertos do couro cabeludo, como é o caso da cicatriz técnica STRIP.

É possível que alguns pontos esbranquiçados se mantenham ou restem na zona doadora. Contudo, estes são tão pequenos – milimétricos, mesmo – tão discretos e impercetíveis que é possível aos pacientes utilizarem cortes de cabelo bastante curtos, mesmo depois de um transplante capilar FUE.

 

Cicatriz técnica STRIP

Cicatriz técnica STRIP

Técnica Fue - Sem cicatrizes perceptíveis

Transplante Capilar FUE
 Sem cicatrizes percetíveis

Como é feito o Transplante Capilar FUE?

Na sua essência, o transplante capilar FUE consiste na extração das unidades foliculares, uma a uma, da zona doadora do paciente e na sua recolocação ao longo de toda a zona calva. A técnica recorre a oito passos rápidos, eficazes e indolores.
 

Vejamos a técnica do transplante capilar FUE passo a passo.
 

Passo 1: Fotografias 

Ao longo de todas as etapas do tratamento, todos os pacientes têm acesso a uma série de fotografias acerca do modo como tudo evolui.

Estas fotografias são feitas pela nossa equipa médica, recorrendo a uma máquina fotográfica profissional. As fotografias são tiradas sob um fundo padrão e em posições pré-determinadas para o efeito – o grande objetivo é a documentação precisa, bem como a avaliação dos resultados de um transplante capilar FUE.

 

Transplante Capilar Antes

Técnica FUE: Antes

Transplante Capilar Durante

Técnica FUE: Durante

Transplante Capilar Depois

Técnica FUE: Depois

Passo 2: Desenho das Zonas Doadoras e Recetoras

Para que o transplante capilar FUE seja um sucesso, as nossas equipas médicas marcam ou desenham as zonas doadoras e recetoras. Com marcadores especiais, os limites da zona doadora (a zona que vai doar os fios de cabelo) e os limites da zona recetora (a zona que vai receber os cabelos) são desenhados.

Vale também a pena sublinhar que a zona recetora do transplante capilar FUE é definida com os cabelos com o comprimento habitual. Ao mesmo tempo, dizer também que a zona doadora pode ser rapada total ou parcialmente.

 

Transplante Capilar FUE Zona Receptora

Zona Recetora
 

Transplante Capilar FUE Zonas Doadoras

Zona Doadora
Rapada Totalmente

Cabelo Transplante Capilar FUE

Zona Doadora
Rapada Parcialmente

Passo 3: Extração das Unidades Foliculares

Para que a extração das unidades foliculares ocorra, começamos por aplicar uma anestesia local na zona doadora.
 

Esta zona não possui o código genético para a calvície.


Ou seja, não sofre dos mesmos efeitos da queda de cabelo que o transplante capilar FUE visa colmatar.

Só depois de aplicada a anestesia tem lugar a extração de unidades foliculares. Na Master Group, utilizamos instrumentos clínicos criados para o efeito. São instrumentos milimétricos, denominados “punchs” e que possuem bordas cilíndricas cortantes de 0.8 mm a 1.1 mm de diâmetro.

As unidades foliculares são retiradas do couro cabeludo com o auxílio de pinças extremamente delicadas. A quantidade de unidades foliculares extraídas varia de paciente para paciente, conforme a densidade da zona doadora e a quantidade necessária para cobertura da zona calva.

 

 
Extração de Unidades Foliculares

Passo 4: Preparação das Unidades Foliculares

Imediatamente depois de serem extraídas, todas as unidades foliculares são colocadas numa solução de armazenagem apropriada. Isto é essencial para a manutenção da vitalidade dos folículos. 

A preparação das unidades foliculares para o transplante capilar FUE é feita por um elemento da equipa médica com o auxílio de um microscópio estereoscópio que permite a realização de um trabalho cuidado e minucioso.

 

Preparação de Transplante Capilar

Avaliação de Cabelo para Transplante Capilar

Médica de Transplante Capilar

 

Passo 5: Conservação das Unidades Foliculares

A conservação adequada das unidades foliculares é essencial para a sua sobrevivência durante o tempo em que se encontram fora do organismo.

Assim e até ao momento em que as unidades foliculares são transferidas para a zona recetora, estas devem permanecer hidratadas a uma temperatura ideal, ao longo de todo o procedimento. 

Unidades Foliculares

Unidades Foliculares Extraídas

Unidades Foliculares para Transplante Capilar

Comprimento de Unidades Foliculares

Preparação de Unidades Foliculares para Transplante Capilar

Conservação das Unidades Foliculares

Passo 6: Pausa

O transplante capilar FUE é um procedimento que demora entre cinco e sete horas. Por isso mesmo, recomenda-se uma pausa entre o final da extração das unidades foliculares e o início da sua implantação na zona recetora.

O paciente encontra-se apenas sob o efeito de uma anestesia local, pelo que esta pausa é bem recebida por todos os envolvidos. Com uma duração média de 30 minutos, é durante esta pausa que o paciente recebe uma refeição ligeira, servida no recobro ou numa sala reservada para o efeito, de modo a proporcionar ao paciente alguma privacidade.

 

Passo 7: Colocação das Unidades Foliculares

Este é o passo essencial do transplante capilar FUE, no qual a zona recetora é anestesiada e todas as unidades foliculares são colocadas. Este procedimento é feito com o auxílio de vários instrumentos especializados, chamados “implantadores”.

Na zona recetora são criados vários orifícios, com agulhas ou lâminas de microcirurgia com menos de um milímetro de espessura. Para que o transplante capilar FUE seja um sucesso, a profundidade destas incisões é exatamente igual ao comprimento de cada unidade folicular, de modo a impedir lesões nos vasos sanguíneos do couro cabeludo.

Ao mesmo tempo, esta técnica do transplante capilar FUE permite também a definição da futura angulação do crescimento dos fios de cabelo.
 

Coincidem com os padrões de direção, inclinação e distribuição de densidades naturais dos cabelos, evitando assim qualquer efeito artificial.

 

Implantação de Unidades Foliculares em Transplante Capilar
Colocação das Unidades Foliculares

Transplante Capilar FUE: Pós-operatório

O transplante capilar FUE recorre a uma cirurgia minimamente invasiva que permite ao paciente o regresso à sua vida normal, logo após a sua realização. O regresso ao trabalho pode inclusive ser feito logo no dia seguinte, desde que a sua atividade não requeira esforço físico violento.

Três a seis semanas depois da realização do transplante capilar FUE, cerca de 80% dos fios de cabelos transplantados caem. Isto é absolutamente normal. Ao caírem, vão deixar as suas raízes no couro cabeludo e é a partir destas raízes que os novos fios de cabelo vão crescer. 

De uma maneira lenta – natural – mas progressiva, o crescimento reinicia após três ou quatro meses depois do transplante capilar FUE. 

Os resultados finais começam a ser observados entre o 10º e o 12º mês após a realização do procedimento. Ou seja, cerca de um ano após o transplante capilar FUE.

Os resultados obtidos são para a vida. Os fios de cabelo transplantados não contêm o código genético para a calvície pelo que a tendência para voltarem a cair é praticamente inexistente.

 

Transplante Capilar do Toy - Antes e Depois

Principais Vantagens do Transplante Capilar FUE

Hoje em dia, existem duas técnicas para a realização de um transplante capilar: FUE e STRIP.

Os resultados finais de ambas as técnicas são bastante diferentes, devido à forma como as unidades foliculares são extraídas. Porque a técnica do transplante capilar FUE é aquela que garante os resultados mais naturais, é também a única técnica aplicada pelas nossas equipas médicas na Master Group.

 

Vantagens do Transplante Capilar FUE

 

 Técnica de Transplante Capilar FUE: a técnica que garante um aspeto natural e saudável.

 

 Técnica Fue

 Técnica FUT (STRIP)

 Segurança

 Minimamente Invasiva

 Invasiva

 Aspeto Natural

 Sim

 Não (Existência de Tufos)

 Extração

 Unidades foliculares extraídas uma a uma da zona doadora

 Unidades foliculares removidas numa longa faixa (cerca de 10 cm) de couro cabeludo

 Pós-Transplante

 Sem pontos ou suturas

 Com pontos que devem ser retirados até 10 dias depois

 Cicatrizes

 Cicatrizes milimétricas.  Praticamente impercetíveis

 Cicatriz linear de orelha à orelha com até 15 cm de comprimento

 Unidades  Foliculares  Extraídas

 2.000 unidades foliculares em 1 ou 2 dias

 2.000 unidades foliculares num dia

 

Antes e Depois de um Transplante Capilar FUE

Se ainda não se convenceu acerca das vantagens e dos resultados que pode obter com o transplante capilar FUE, na Master Group partilhamos dezenas de testemunhos satisfeitos com o Antes e Depois de um transplante capilar FUE.

Se tiver qualquer tipo de dúvidas, não hesite em contactar-nos diretamente ou em marcar a sua consulta de avaliação.