Mitos Cabelo: #5 - Os homens calvos são mais viris e têm mais testosterona que os não calvos?

Hormonas e queda de cabelo

 Está comprovado que a quantidade de testosterona é igual entre os calvos e os não calvos. O que provova a calvície é uma sensibilidade maior à hormona dehidrotestosterona (DHT) e que é determinada geneticamente. Portanto, os homens que são calvos não são mais viris ou possuem mais testosterona que os homens não calvos.

O que provoca a queda de cabelo?

A queda de cabelo mais intensa, maior que a queda de cabelo natural do ciclo do cabelo, temporária ou contínua, pode derivar-se de múltiplos factores:

 

  • Alterações hormonais
  • Alterações nutricionais
  • Certas doenças sistémicas e localizadas
  • Cirurgias
  • Doenças da tiroide
  • Exposição excessiva a químicos
  • Febre
  • Hereditariedade - Alopecia Androgenética
  • Medicação
  • Quimioterapia
  • Radiação
  • Stress

 

queda de cabelo masculina

 

Quais as principais causas de cabelo nos homens?

A principal causa de da calvície masculina é a alopecia androgenética, ou seja, é algo hereditário. Esta predisposição genética provoca a queda dos cabelos nas regiões superior e frontal (as chamadas "entradas") do couro cabeludo, ou seja, incita à calvície masculina. O que acontece é que nessas zonas, os folículos pilosos (de onde surgem os cabelos) que são sensíveis à hormona DHT, ao conectar-se com um receptor específico de andrógenos (hormonas sexuais), provocam uma intensa perda de cabelo.

Tratamentos capilares para a alopecia androgenética

A calvície androgenética não tem cura. Quando detectada precocemente é possível a realização de tratamentos capilares que fortaleçam o couro cabeludo e os cabelos das zonas mais propensas à queda de cabelo. Mas, após a queda de cabelo, apenas o transplante capilar é capaz de reverter a calvície.

OS NOSSOS PARCEIROS