Piolho - O parasita capilar

16 novembro 2018 | Doenças capilares|
Piolho - O parasita capilar

Sente comichão na cabeça e não sabe o que é? Esteja atento pois pode ser um parasita que vive no seu couro cabeludo e alimenta-se de sangue, o piolho.  

O piolho é comum ser visto nas crianças em fase escolar, contudo, pode ocorrer em qualquer pessoa durante todo o ano. 

 

O que é a Pediculose?

A Pediculose é uma doença causada por uma infestação por piolhos. O principal sintoma desta doença cutânea é a comichão que muitas vezes pode até provocar feridas. Por norma, a nuca e atrás das orelhas são as áreas mais afetadas. 

 

Como é transmitido o piolho? 

O contágio de piolhos acontece pela proximidade da área infetada, ou seja, pelo contato direto e partilha de objetos pessoais. Como escovas e acessórios para cabelo, chapéus, bonés, toalhas, almofadas, entre outros.  

 

Tratamento da Pediculose 

Há diversos remédios, loções e champôs para piolhos disponíveis no mercado que prometem acabar com os temidos parasitas. O modo de utilização irá depender do produto e das suas especificações.

Independentemente dos champôs, recomenda-se a realização de duas aplicações com intervalos de uma semana. Isto porque o piolho-fêmea produz os ovos (lêndeas) que originam piolhos depois de 7 a 10 dias.  

Além disso, é importante continuar a passar o pente fino e verificar o couro cabeludo mesmo após a utilização dos produtos, pois as lêndeas podem ser resistentes aos champôs e loções. 

 

Como eliminar piolhos?

Eliminar os piolhos não é um processo fácil, no entanto a equipa da Master Group dá-lhe dicas a ser seguidas durante a infestação de piolhos:  

  • Lavar e pentear frequentemente o cabelo com pente fino;  
  • Evitar o contato direto com pessoas infetadas;  
  • Não partilhar objetos pessoais nem almofadas; 
  • Trocar e lavar com frequência as roupas de cama e vestuário;
  • Desinfetar os objetos de uso comum.
Partilhe o artigo:

artigos relacionados