Alopecia Seborreica

28 outubro 2021 | Doenças capilares|
Alopecia Seborreica

A alopecia seborreica é um tipo de alopecia provocada por uma dermatite. Esta dermatite ou dermite provoca uma irritação no couro cabeludo, cuja manifestação física é muito conhecida: a caspa.

A caspa causa no paciente uma grande comichão. Isto, por sua vez, ao coçar pode levar à criação de feridas. Em casos mais críticos, as feridas cicatrizam e impedem a renovação dos folículos capilares, dando início à alopecia seborreica.

Por isso mesmo, podemos caracterizar a alopecia seborreica como um tipo de alopecia cicatricial.

Embora as causas para o seu aparecimento não sejam inteiramente conhecidas, sabemos que as suas origens podem ser genéticas, ou o resultado de influências externas, tais como o stress, ou até o efeito dos climas mais frios, entre outras.

Ao contrário do que muitas vezes se ouve, a caspa, ou seja, a dermatite que dá origem à alopecia seborreica, não é contagiosa, nem é o resultado da falta de cuidados com a higiene.

Ao mesmo tempo, também não é uma condição perigosa, embora os seus efeitos se possam fazer sentir a longo termo.

Contudo, esta é uma condição crónica, com períodos de melhorias significativas, seguidos de períodos de manifestação intensa.

Neste artigo, vamos dar-lhe conta de tudo o que precisa de saber acerca da alopecia seborreica, incluindo os seus sintomas, tratamentos e ações de prevenção. Comecemos pelo que é, exatamente.

 

O que é alopecia seborreica?

A alopecia seborreica é um tipo de alopecia provocada por uma dermatite, diretamente associada ao nível de produção de sebo (gordura) por parte das glândulas sebáceas.

No couro cabeludo, a sobreprodução de gordura leva ao aparecimento da caspa. Por sua vez, a caspa leva à descamação da pele e à criação de crostas que impedem o crescimento dos cabelos.

Esta é uma condição capilar difícil, pois apesar de haver tratamentos capilares eficazes, existe uma tendência de recorrência do quadro muito alta.

No entanto, em casos mais graves e quando os cabelos já não crescem o transplante capilar é a única solução para repor os fios perdidos.

Na Master Group, o transplante capilar é realizado através da técnica FUE, uma técnica inovadora muito pouco invasiva, cujo tempo de recuperação é bastante reduzido.

Em todo o caso, antes de se dar início a qualquer tratamento, é importante avaliarem-se as causas para a alopecia seborreica.

 

Causas da alopecia seborreica

A alopecia seborreica tende a afetar mais homens do que mulheres, principalmente a partir dos 30 anos de idade.

A sua principal causa é a dermatite seborreica. No entanto, as causas para o aparecimento deste tipo de dermatite são ainda desconhecidas.

Sabemos que pode estar associada a diferentes fatores, tais como a genética, mas também a fatores ambientais como o clima e ainda os níveis de stress pelos quais os pacientes possam estar a passar. 

A estes fatores, associamos ainda algumas alterações hormonais ou mesmo alterações ao seu sistema imunitário.

A dermatite que dá origem à alopecia seborreica é desencadeada por um fungo, chamado Pityrosporum Ovale que se manifesta no couro cabeludo, devido a um ou a vários dos fatores descritos acima.

É também por esta razão que uma consulta de avaliação se torna essencial no momento de perceber os sintomas e proceder ao diagnóstico.

 

Sintomas da alopecia seborreica

Os sintomas da alopecia seborreica são exatamente os mesmos sintomas que se apresentam em todo o tipo de alopecias: uma grande quantidade de perda de cabelo, num curto espaço de tempo.

No entanto, como vimos, a alopecia seborreica é a manifestação mais aguda da dermatite seborreica.

Sobre esta, há sintomas aos quais deve prestar atenção.

Antes de mais, as dermatites costumam aparecer de forma gradual. Neste caso em particular, o primeiro sintoma aparece na forma de uma zona “irritada” ou avermelhada.

Nomeadamente nas zonas do corpo com tendência a produzirem mais sebo. Ou seja, nas zonas mais oleosas do corpo, como é o caso do couro cabeludo.

Em seguida, tem lugar uma ação de descamação da pele (a caspa).

Não raramente, existe vontade de coçar e, nos casos mais graves, é possível notarem-se mesmo algum inchaço, vermelhidão da pele do couro cabeludo, ou reparar que existem zonas mais intensas de caspa, de uma cor mais amarelada.

A alopecia seborreica tem lugar quando, devido ao ato de coçar, se formam feridas no couro cabeludo que podem infetar e expandir-se. Por vezes, até para lá das zonas limites do cabelo.

Ao mesmo tempo, a persistência dos sintomas da dermatite pode afetar o ciclo de vida natural dos cabelos, que se torna mais curto.

Consoante o período de tempo em que tal se verifica, mais as condições se podem tornar permanentes, dando origem à alopecia seborreica.

 

Tratamento para a alopecia seborreica

Quando a alopecia seborreica se instala definitivamente, o tratamento só é possível através do uso de medicamentos específicos para o efeito, através de um transplante capilar ou ainda através de uma associação de ambos.

De qualquer forma, a melhor forma de garantir o tratamento mais adequado para a alopecia seborreica requer uma consulta de avaliação médica especializada, de modo a determinar a real causa para a queda dos seus cabelos e a proceder ao tratamento mais adequado.

Já a dermatite seborreica, enquanto doença crónica, não tem cura.

Contudo, existem tratamentos aos quais pode recorrer e que envolvem a utilização de champôs especiais ou a toma de medicamentos específicos.

Mesmo assim, a verdade é que a alopecia seborreica pode ser prevenida.

 

Como prevenir a alopecia seborreica?

Prevenir a alopecia seborreica é prevenir os efeitos agudos da dermite seborreica e aprender a controlá-los.

Assim, há alguns cuidados que pode começar a adotar desde já:

  • Lavar o cabelo regularmente com um champô adequado ao seu caso e aos seus cabelos.
  • Evitar a utilização de produtos que possam provocar ou intensificar a irritação do couro cabeludo.
  • Deixar o cabelo ao ar livre e evitar usar chapéus, bonés ou gorros.
  • Evitar utilizar água muito quente.
  • Procurar seguir uma alimentação saudável e procurar controlar o stress.

Estes são cuidados extra que pode tomar, todos os dias, de modo a prevenir a alopecia seborreica. No entanto, o reaparecimento da dermatite continua a ser mais do que provável, uma vez que esta não tem cura

Tratando-se de uma doença crónica e apesar de poder ser controlada, a prevenção da dermatite seborreica acaba por ser mesmo impossível.

No caso de suspeitar estar a sofrer deste tipo de dermatite ou de poder estar já a caminhar para a alopecia seborreica, o passo certo a dar é marcar uma consulta de avaliação com um médico especialista, de modo a ter a certeza do diagnóstico e a proceder aos tratamentos mais adequados ao seu caso. 

Partilhe o artigo: