Técnica Fue Passo a Passo

8 PASSOS PARA UM TRANSPLANTE CAPILAR DE SUCESSO

Para a realização de um transplante capilar, utilizando a técnica FUE, são realizados 8 passos rápidos, indolores e eficazes.

 

1.FOTOGRAFIAS

Cada paciente tem uma série de fotografias com todas as etapas do seu tratamento. As mesmas são feitas pela nossa equipa médica, com máquina fotográfica de qualidade profissional, sob um fundo padrão e em posições pré-determinadas para uma documentação precisa e uma avaliação de resultados pós-transplante.

 

2. DESENHO DAS ZONAS DOADORA E RECETORA

São desenhados, com marcadores especiais, os limites da zona doadora, que doará os fios de cabelo, e das zonas recetoras, que receberão os cabelos. A zona recetora é definida ainda com os cabelos com o comprimento habitual. A zona doadora pode ser rapada parcial ou totalmente.

 

Zona Recetora

 

3. EXTRAÇÃO DAS UNIDADES FOLICULARES

Primeiro é aplicada a anestesia local na zona doadora que, por não possuir o código genético para a calvície, não sofre os efeitos da queda de cabelo.
Depois é realizada a extração de unidades foliculares através de instrumentos milimétricos denominados "punchs" e possuem bordas cilíndricas cortantes de 0.8 a 1.1 mm de diâmetro.
Após o corte, as unidades foliculares são retiradas do couro cabeludo com o auxílio de pinças extremamente delicadas. 
A quantidade de unidades foliculares extraídas varia de paciente para paciente, conforme a densidade da zona doadora e a quantidade necessária para cobertura da zona calva.

 

 

4. PREPARAÇÃO DAS UNIDADES FOLICULARES

Logo após a sua extração, as unidades foliculares são colocadas numa solução de armazenagem apropriada para a manutenção da vitalidade dos folículos. Um elemento da equipa inicia a preparação das unidades foliculares com o auxílio de um microscópio estereoscópico que permite um trabalho cuidado e minucioso, fundamental para o sucesso do transplante capilar.

 

 

5. CONSERVAÇÃO DAS UNIDADES FOLICULARES

A conservação adequada das unidades foliculares é essencial para a sua sobrevivência no período em que estão fora do organismo.
As unidades foliculares devem permanecer hidratadas e em temperatura ideal durante todo o procedimento, até o momento da implantação nas zonas recetoras.

 

 

6. PAUSA PARA REFEIÇÃO

Como o transplante capilar pode demorar 5 a 7 horas, e estando o paciente sob efeito apenas de anestesia local, é feita uma pausa entre o final da extração das unidades foliculares e o início da implantação.
Com duração média de 30 minutos, esta pausa serve para que o paciente possa comer uma refeição ligeira.
A refeição é servida no recobro ou numa sala reservada, proporcionando ao paciente privacidade durante todo o processo cirúrgico.

 

7. IMPLANTAÇÃO DAS UNIDADES FOLICULARES

Nesta fase do procedimento é anestesiada a zona recetora e são criados vários orifícios onde serão implantadas as unidades foliculares com o auxílio de instrumentos denominados “implantadores”.
As incisões são feitas com agulhas ou lâminas de microcirurgia com menos de um milímetro de espessura. A profundidade da incisão é exatamente igual ao comprimento da unidade folicular, impedindo lesões nos vasos sanguíneos do couro cabeludo.
Esta técnica permite definir a futura angulação de crescimento dos fios, que coincidem com os padrões de direção, inclinação e distribuição de densidade naturais dos cabelos, evitando um efeito artificial.

 

 

8. EFEITOS PÓS-TRANSPLANTE

Por se tratar de uma cirurgia minimamente invasiva, o transplante capilar FUE proporciona ao paciente uma vida normal, podendo inclusive voltar ao trabalho no dia seguinte, desde que sua atividade não requeira esforço físico violento.
Cerca de 80% dos fios de cabelo transplantados caem entre 3 a 6 semanas após a cirurgia, deixando as raízes no couro cabeludo, a partir das quais crescerão os novos fios. O crescimento reinicia 3 a 4 meses após o procedimento, de maneira lenta e progressiva.
O resultado final poderá ser observado entre o 10º e o 12º mês após a realização do transplante (cerca de um ano após a cirurgia).
Como os cabelos transplantados não contêm o código genético para a calvície, não têm tendência à queda e, por isso, o resultado do transplante capilar é para a vida toda.

 

OS NOSSOS PARCEIROS