MARQUE A SUA AVALIAÇÃO

E receba o orçamento gratuito

Dermatite seborreica

A dermatite seborreica é uma inflamação crónica da pele ou do couro cabeludo, que surge em pessoas geneticamente predispostas. As lesões características da doença ocorrem principalmente nas áreas de maior produção de sebo, pelas glândulas sebáceas.

A causa da dermatite seborreica é desconhecida, mas a oleosidade excessiva e o fungo Pityrosporum ovale estão envolvidos no processo. A maior produção de sebo pelas glandulas sebáceas ocorre sob a ação de hormonios androgenicos e, por isso, os sintomas geralmente têm início após a puberdade. É uma doença crónica, com períodos de melhora e piora, e costuma a agravar-se no inverno e em situações de fadiga ou estresse.

No couro cabeludo, a intensa produção de sebo característica da doença, vai originar descamação (caspa) e prurido (comichão). A caspa pode variar desde uma descamação fina até a formação de grandes crostas ou placas aderidas ao couro cabeludo. Comichão pode estar presente com maior ou menor intensidade. O ambiente oleoso facilita o processo de miniaturização dos cabelos nas zonas sujeitas à calvície, e por isso, a dermatite seborréica é um dos fatores que aceleram a perda de cabelo.

Não existe medicação que acabe definitivamente com a dermatite seborreica, mas os  sintomas podem ser controlados. Deve-se evitar a ingestão de alimentos gordurosos e de bebidas alcoólicas, além de banho muito quente.

O tratamento geralmente é feito com medicações de uso local sob a forma de xampus, loções capilares ou cremes, que podem conter anti-fúngicos ou corticóides, entre outros componentes. Em casos muito severos, podem ser utilizadas medicações por via oral.

O tratamento adequado depende da localização das lesões e da intensidade dos sintomas, e deve ser indicado por um médico.